Liderança e a ISO 9000

A ISO 9001-2015 estabelece em seu requisito 5.1.1 que a alta direção deve demonstrar liderança e comprometimento com relação ao Sistema de Gestão da Qualidade e segue estabelecendo as ações que a mesma deve tomar afim de evidencia-la.

liderança e ISO 9000

Deixando de lado os requisitos da norma, hoje em dia, é muito comum, principalmente em grandes empresas a preocupação com a liderança; consultores de RH são solicitados a criar projetos no sentido de desenvolvê-la; sem dúvida alguma, ao lado da INOVAÇÃO, é o tema da moda nas organizações. Assim como em outras áreas de conhecimento, os conceitos de liderança vão se alterando ao longo do tempo, incorporando experiências e observações de casos bem sucedidos e hoje, podemos dizer que este conceito já se alterou de forma significativa, da mesma forma que conceitos relacionados à gestão da qualidade e gestão de negócios em geral também foram sofrendo mutações ao longo do tempo. Podemos, sem medo de errar, afirmar que o conceito de liderança está em sua terceira fase. Vamos então, mostrar de forma resumida esta evolução:

Fase 1: Assim que surgiu a ideia de liderança nos negócios, a abordagem era centrada no líder como uma posição de autoridade e poder; as teorias focavam nos traços e estilos dos líderes que eram efetivos para alcançar resultados; poucos trabalhos falavam sobre a relação de líderes e liderados, como se os liderados fossem apenas massa de manobra e não exerceriam influência sobre os resultados do negócio: esta fase coincide com uma visão de organização hierárquica e com ambientes totalmente controláveis.

Fase 2: A segunda etapa, por ser de transição demonstra o início da ruptura da visão de autoridade; a liderança começa a ser vista como um processo de integração entre líderes e seguidores; embora ainda enfatize a posição hierárquica, a ideia de que resultados dependem do grau com que o líder consegue mobilizar e motivar seus liderados.

Fase 3: Esta última etapa, reconceitua a liderança não apenas como um processo de orientação, mas sim, focado essencialmente no desenvolvimento do liderado; a visão da liderança vai além dos comportamentos típicos do líder e inclui processos através dos quais os líderes devem se engajar em alcançar propósitos partilhados com os liderados. Esta fase coincide com a visão de uma organização onde os sistemas são abertos, o conhecimento é infinito e muda rapidamente; as organizações podem ser influenciadas, mas não mais controladas como um sistema fechado.

OK, mas o que isso tem a ver com a Gestão da Qualidade?

Deming e Juran há mais de 50 anos falavam sobre a importância da liderança para que as empresas pudessem avançar na área da qualidade. Como a liderança presume influenciar processos pela determinação de objetivos, motivar o comportamento para alcançar estes objetivos, a liderança é a essência para alterar a ênfase de uma empresa para uma orientação a metas de melhorias em seus processos, o que caracteriza a visão de um Sistema de Gestão da Qualidade.

Quer saber mais? Procure a SGQ!

Compartilhe em suas redes...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *